“Números superam expectativas e extrapolam qualquer projeção”, diz Caiado sobre Mutirão Iris Rezende do Governo de Goiás na Região Noroeste de Goiânia

Primeira iniciativa alcança 70 mil atendimentos oferecidos a um público estimado de 55 mil pessoas. Pesquisa da CGE mostra que 98% dos consultados aprovam evento, e 89% dão nota acima de oito para forma como foram recebidos. Governador confirma para 11 e 12 de dezembro edição no Bairro Independência, em Aparecida de Goiânia, e anuncia dois eventos por mês

Governador Ronaldo Caiado, secretário Tiago Mendonça e ex-senador Wilder Morais com a equipe da Seapa

O governador Ronaldo Caiado falou à imprensa, na manhã desta segunda-feira (22), em coletiva realizada no Salão Dona Gercina Borges, em Goiânia, para fazer um balanço da primeira edição do Mutirão Iris Rezende Governo de Goiás, realizado na Região Noroeste de Goiânia. “O evento superou as nossas expectativas e das pessoas que procuraram atendimento. Os dados extrapolaram qualquer projeção que havia sido feita inicialmente. Todas as pessoas que acompanharam o mutirão, e que já haviam participado de outros, disseram que o fluxo foi algo jamais visto”, disse Caiado.

Em dois dias de programação, 55 mil pessoas procuraram por serviços, e foram realizados 70 mil atendimentos. A próxima edição está confirmada para os dias 11 e 12 de dezembro no Bairro Independência, em Aparecida de Goiânia. A previsão é de que sejam realizadas duas edições por mês. Após a região Metropolitana, a ação deve chegar ao Entorno do Distrito Federal e as demais regiões do Estado.

Além do recorde de atendimentos e de público, a aprovação por parte dos usuários foi considerada positiva. De acordo com pesquisa realizada pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), 98% das pessoas ouvidas afirmaram que gostaram da realização do mutirão; 88% encontraram o serviço que procuravam; 94% gostariam de novas edições realizadas pelo Governo de Goiás; 67% deram nota 10 para o atendimento, 12% nota nove e 10%, nota oito. Foram ouvidas 262 participantes.

O governador revelou que, por ter acompanhado diariamente a evolução do quadro de saúde do ex-governador e ex-prefeito Iris Rezende, que apresentou vários momentos de melhoras durante os 90 dias de internação, teve a ideia de recebê-lo em Goiás com um Mutirão.

“Conversei com meus secretários e assessores de governo para projetar o evento e pedi aos familiares, à Dona Iris, Ana Paula, Adriana autorização para que eu pudesse promovê-lo, ali foi o início dos mutirões do Iris. Infelizmente, ele não pôde comparecer diretamente, mas tenho certeza de que ele, lá de cima, ficou alegre ao ver que nós nos dedicamos de corpo inteiro para que fosse um sucesso”, disse.

O governador deu destaque às entregas de obras de saneamento na região, que receberam investimentos do Governo de Goiás no valor de R$ 50 milhões; ao programa Mães de Goiás, que beneficiou 3 mil mulheres com o cartão que garante, mensalmente, R$ 250 para alimentação dos filhos entre zero a seis anos de idade; e, também, aos mais de mil atendimentos feitos pela Agência Goiana de Habitação (Agehab), que fez a entrega de 674 escrituras e coleta de 332 assinaturas nos documentos de suas moradias, que depois serão encaminhadas pela agência para registro em cartório antes da entrega definitiva. “Essas famílias esperavam, em média, há mais de 20 anos pela escritura. Em um dos casos, há 35 anos”, disse Caiado.

Sobre a entrega dos cartões do Mães de Goiás, o governador ressaltou que o programa social cumpriu o objetivo de fazer com que a necessidade imediata, que é a alimentação das crianças, chegasse com rapidez a essas famílias. “Gostaria de ter gravado todos os depoimentos das mães que se dirigiam a mim para falar da importância de terem recebido aquele cartão. São depoimentos maravilhosos: ‘Governador, nunca imaginei, mas meu filho agora vai poder ter alimentação correta, terei essa segurança para a alimentação dos meus filhos’”, disse.

O volume de procura por emissão de Registro Geral, ou Carteira de Identidade, foi um dos maiores e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) emitiu aproximadamente 300 unidades. A alta demanda fez com que o governador determinasse que o serviço continue sendo prestado na unidade do Vapt Vupt da Avenida Mangalô durante toda esta semana. “Algumas pessoas ali só tinham a Certidão de Nascimento e nada mais”, observou.

Evolução permanente
Caiado ressaltou que, assim como a primeira edição, todas as demais vão servir como termômetro para o governo adequar suas ações. Segundo ele, este é um dos benefícios de os governos estarem em constante contato com a população. “Ao trabalhar mais perto do povo, se traz um diagnóstico mais preciso, sem teses de gabinete. Se vê a demanda real e aumenta a chance de acerto em 99%”, afirmou.

O governador detalhou os números de atendimentos realizados pelos órgãos estaduais e parceiros, como os Totens do programa Expresso, plataforma de atendimento digital do Estado, que contabilizou aproximadamente 200 cidadãos acessando os mais de 20 serviços disponíveis.

Na Saúde, mais de 150 trabalhadores foram mobilizados em cada dia do Mutirão, entre médicos, biomédicos, enfermeiros e administrativos. Os atendimentos realizados em seis consultórios de oftalmologia alcançaram a marca de 1.370. As equipes também aplicaram vacina contra a Covid-19 em 429 pessoas.

Seapa e jurisdicionadas
A Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) participou do Mutirão Iris na Região Noroeste de Goiânia ao lado das jurisdicionadas: a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) e as Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa). O Estande do Agro distribuiu mudas de plantas e sementes, entregou frutas e verduras, realizou demonstração de sistema caseiro de aquaponia, tirou dúvidas sobre sanidade animal e vegetal e deu orientações sobre doenças fitossanitárias e segurança nutricional.

"A avaliação da nossa participação é muito positiva. Em apenas dois dias, fizemos milhares de atendimentos. Pudemos levar os serviços da Seapa e das jurisdicionadas para as pessoas que mais precisam, e esse contato direto é muito importante e recompensador", afirma o tiular da Seapa, Tiago Mendonça. "É uma oportunidade também para mostrar à sociedade a relevância do agro e todo o trabalho envolvido na cadeia que vai do plantio da semente até a comercialização do alimento que chega à mesa do consumidor, passando pela garantia de qualidade por meio da normatização e fiscalização da sanidade animal e vegetal", acrescenta.

Confira os números relativos a entregas e atendimentos nos dois dias de evento:

  • 6 mil frutas distribuídas 
  • 180 mudas de frutíferas nativas do cerrado
  • 100 mudas de plantas medicinais
  • 400 kits com sementes de hortaliças
  • 100 atendimentos para instruções sobre a aquaponia apresentada no local 
  • 20 atendimentos para dúvidas sobre algumas deficiências de plantas diversas
  • 10 atendimentos referentes a programas específicos da Seapa
  • 150 atendimentos sobre dúvidas de sanidade animal
  • 138 atendimentos de dúvidas sobre sanidade vegetal
  • Panfletagem relativa à febre aftosa e mormo.
  • Panfletagem relativa ao cancro cítrico e outras doenças fitossanitárias
  • Panfletagem relativa à venda de produtos no Ceasa
  • Panfletagem relativa à segurança alimentar e nutricional

___

Legenda da foto de capa: O governador Ronaldo Caiado detalha números de atendimentos realizados no Mutirão do Governo de Goiás: “Infelizmente, Iris Rezende não pôde comparecer diretamente, mas tenho certeza de que ele, lá de cima, ficou alegre ao ver que nós nos dedicamos de corpo inteiro para que fosse um sucesso”. Foto: Hegon Corrêa

___

Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) e Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) — Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.